Home
FÓSSEIS DO BAIXO MONDEGO - Equinóides
 
 






 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Filo Echinodermata

Classe Echinoidea: Equinóides

Os equinóides, vulgarmente conhecidos como ouriços-do-mar, têm uma concha rígida globosa, formada por placas calcárias finas. Todas as placas possuem tubérculos sobre os quais se articulam espinhos, tendo uma função defensiva e de locomoção. Os equinóides regulares que vivem sobre os fundos marinhos (epifaunais), têm simetria pentarradiada; os equinóides irregulares vivem perfurando as vasas (infaunais), e têm simetria bilateral.

Os equinóides surgiram no Ordovícico estando ainda presentes nos mares actuais. Sendo raros nas rochas jurássicas do Baixo Mondego, são abundantes nos calcários da base do Cretácico superior.


Equinóide actual:


Morfologia geral dos equinóides:


Alguns exemplos de fósseis de Equinóides do Baixo Mondego:

Anorthopygus

Diplopodia

Hemiaster

Hemicydaris

Heterodiadema

 

 

 

 

Páginas Web sobre equinóides:

Museu de História Natural - Londres